3 dicas de SEO para o seu site ou blog

Depois de criar um site ou um blog é necessário posicioná-lo bem nos mecanismos de buscas para atrair tráfego orgânico e, consequentemente, vender muito.

Se você não sabe como atrair tráfego, neste artigo eu vou te dar 3 dicas de SEO para o seu site ou blog.

Para conseguir atrair tráfego para o seu site você precisa entender a importância da Search Engine Optimization (Otimização dos Motores de Buscas), mais conhecido como SEO.

Como hoje existem centenas de sites, não há garantia de que, mesmo utilizando estratégias de SEO, o seu site ou blog estará na primeira posição do ranking do Google, mas as técnicas de SEO, sem dúvida, irão te ajudar a se posicionar melhor.

 

estratégias de SEO

 

Dica #1 Instale o plugin Yoast SEO

 

O plugin Yoast SEO é gratuito e muito completo para você otimizar o conteúdo do seu site ou blog, além de ser bem intuitivo, fácil de utilizar.

Com o Yoast SEO você pode otimizar as metas-tags dos seus artigos, a quantidade de palavras-chaves utilizadas no texto, as URL’s, a descrição do artigo e muito mais.

Esse plugin também permite que você verifique quanto a sua página está otimizada enquanto você faz o processo, além de permitir visualizar como o seu conteúdo ficará ao ser publicado.

 

Dica #2 Utilize o Google Analytics

 

O Google Analytics é uma ferramenta que coleta e analisa informações sobre o tráfego do seu site ou blog e também coleta e analisa informações sobre o comportamento dos usuários desse site ou blog.

 

Você consegue coletar diversas informações sobre o seu site ou blog através do Google Analytics, como por exemplo:

  • Qual a página que tem mais acessos;
  • A quantidade de acessos;
  • Localização do usuário;
  • De que tipo de dispositivo o usuário acessou;
  • Tempo de permanência no site, etc.

 

Além disso, o Google Analytics vai te ajudar a identificar quais ajustes você precisa fazer no SEO do seu site ou blog e vai te auxiliar também no acompanhamento do seu tráfego.

Quais são as melhores ferramentas para SEO

 

Dica #3 Utilize as redes sociais

 

Utilize as suas redes sociais como estratégia de SEO para o seu site. As redes sociais também ajudam a melhorar o posicionamento do seu site nos mecanismos de buscas.

Estar presente nas redes sociais, com o o Facebook e o Instagram, por exemplo, é muito importante para o SEO do seu site ou blog.

Então, depois de criar o seu blog, adicione os ícones das suas redes sociais com um link direcionando o usuário para a página inicial de cada perfil que você possuir nas redes sociais.

Além disso, você também pode adicionar um botão de compartilhamento dos seus posts e das suas imagens, facilitando o compartilhamento do conteúdo do seu blog.

Essa também é uma ótima forma de trabalhar o seu SEO, pois, ao compartilharem o seu conteúdo, os usuários estarão ajudando a aumentar o tráfego do seu site.

Isso porque os sites e blogs que geram muito engajamento tende a aparecer no topo das buscas.

 

Conclusão

 

Essas foram apenas 3 dicas sobre SEO, que se você começar a aplicar logo no início do seu site vai conseguir atingir ótimos resultados.

O SEO é um tema bastante amplo, que você vai se aprofundando cada vez mais, através da prática.

Espero que essas 3 dicas de SEO ajudem a ranquear melhor o seu site ou blog, melhorando os seus resultados e te ajudando a atingir as metas e objetivos traçados para o seu negócio.

 

Que essas dicas tenham te ajudado a perceber que é possível alcançar resultados cada vez melhores para o seu blog ou site.

07 Temas WordPress Gratuitos para o seu blog

Você sabia que o sucesso do seu blog vai muito além da publicação de ótimos conteúdos?

Existem outros fatores que influenciam no seu sucesso como empreendedor digital, e a aparência do seu blog é um deles.

Para que o visitante permaneça em seu blog e tenha o desejo de voltar, ele deve ter uma aparência agradável e, principalmente, um design responsivo.

O WordPress é uma ferramenta muito popular entre os empreendedores digitais e empresas que utilizam sites e blogs em seu negócio.

Isso porque o WordPress possui diversos temas gratuitos, intuitivos e responsivos, que permitem que os usuários acessem o seu blog de qualquer dispositivo.

Neste artigo você vai encontrar 7 temas WordPress gratuitos para o seu blog para você escolher o que melhor se adequa ao seu negócio. Confira!

7 temas para wordpress

#1 Basic

Se você está começando a criar o seu blog, o ideal é começar com um tema básico, para que você vá aprendendo a usar, em vez de um tema complexo, cheio de detalhes.

O tema Básico possui um layout bem simples e permite que você personalize a aparência do seu site da maneira que desejar.

O tema Básico possui 5 opções de capas, ícones para redes sociais, menu de rodapé, RSS, entre outras opções que vão te ajudar a melhorar a experiência do usuário.

 

#2 Lola

Este tema foi criado para a versão mais recente do WordPress. Ele é simples e sua criação foi influenciada pelo Tumblr.

O tema Lola possui muita qualidade e possui um design minimalista. Além disso, é um tema bastante responsivo, podendo ser acessado de qualquer tipo de dispositivo móvel, mantendo a sua qualidade.

Este tema também oferece a possibilidade de estruturar o layout da página, pois dispõe de outros recursos, como a barra lateral direita e duas colunas.

 

#3 Design

Design é um tema que possui recursos modernos para você utilizar em seus conteúdos e é totalmente responsivo.

Este tema pode te auxiliar na produção de um conteúdo envolvente e a criar a melhor apresentação do seu blog para o público.

Você pode usar diferentes widgets para exibir cabeçalho, rodapé, barra lateral, etc., para cada tipo de conteúdo, como texto, imagens e vídeos.

 

#4 Business

Se o seu blog é focado em negócios, este tema é o ideal para você, pois ele foi criado especialmente para gerar receita.

Este tema facilita colocar banners de anúncios, links de afiliado e tudo que você precisar fazer para rentabilizar o seu blog.

No tema Negócios você pode personalizar a imagem de cabeçalho, o logotipo, as cores e imagens do seu blog.

Este tema é bastante responsivo, permite que você exiba apresentações de slides, além do recurso de arrastar e soltar.

Ele permite que você ofereça uma melhor experiência para o seu usuário.

 

#5 Questan

 

Questan é um dos melhores temas gratuitos que você pode baixar no WordPress para utilizar em seu blog.

Ele também é responsivo e possui várias opções para você personalizar o layout do seu blog e chamar a atenção dos usuários.

 

#6 Accelerate

O Acelerar é um tema bastante flexível e moderno, deixando o seu blog com uma aparência profissional. Ele é perfeito para blogs pessoais, comerciais, de viagens e de portfólio.

Portanto, se o seu blog é sobre fotografia, ilustrações ou algo assim, o Accelerate é a sua melhor opção, pois ele permite que as suas imagens sejam exibidas em tela cheia, para que o usuário visualize melhor o seu trabalho.

Este tema é bastante responsivo e os seus trabalhos podem ser bem visualizados de qualquer tipo de dispositivo.

 

#7 Dazzling

 

Este tema também possui a opção de tela cheia e é totalmente responsivo. Ele é ideal para quem quer criar um portfólio.

Ele também é ideal para quem precisa fazer apresentações importantes e mostrar profissionalismo.

Isso porque é um tema criado para melhorar a sua reputação online e possui ótimos recursos para melhorar o seu blog.

Ele também conta com otimização de muitos plugins e os designs de widgets podem ser personalizados.

vantagens de ter um bom tema wordpress

 

Conclusão

 

Estes foram 7 temas WordPress gratuitos para o seu blog. São temas que vão deixar o seu blog com a aparência profissional, independentemente do seu nicho de mercado.

 

Estes foram apenas 7, mas há muitos outros para você escolher. Conheça cada um e escola o mais adequado para o seu objetivo no marketing digital.

Google Acadêmico – Guia Completo para usar a Ferramenta

Você conhece o Google Acadêmico? Se a sua resposta for não, você está deixando de aproveitar uma ferramenta incrível que o Google disponibiliza para os seus usuários.

Quem nasceu antes da era da internet sabe bem o quanto era complicado fazer pesquisas para os trabalhos acadêmicos, pois era necessário comprar livros caros ou recorrer às bibliotecas e passar horas procurando livros e enciclopédias gigantescas para conseguir encontrar o que queria.

A internet chegou mudando radicalmente essa realidade. Hoje, é muito fácil encontrar qualquer informação sobre qualquer assunto e bem rápido.

Com o Google Acadêmico ficou ainda mais fácil encontrar as informações que você precisa para fazer os seus trabalhos acadêmicos.

Vamos conhecer essa ferramenta e tirar o máximo proveito dela? Então continue lendo o artigo até o final.

 

o que é google academico

O que é Google Acadêmico

O Google Acadêmico é um serviço de pesquisa que o Google criou há alguns anos e que se transformou em um excelente recurso para realizar pesquisas de trabalhos acadêmicos devido à sua riqueza de informações seguras.

Com o Google Acadêmico você pode encontrar informações de diversos tipos, como livros, resumos, teses, etc. Tudo que você precisa para fazer os seus trabalhos acadêmicos.

Todas essas informações são coletadas em repositórios universitários e em bibliotecas públicas.

Se a pesquisa for em outros idiomas, o Google Acadêmico coleta as informações de periódicos científicos de órgãos fora do Brasil.

Aprenda como utilizar os recursos que ferramenta oferece e encontre os melhores artigos científicos para realizar os seus trabalhos com muita qualidade.

Funcionalidades do Google Acadêmico

O Google Acadêmico dispõe de muitas funcionalidades para você aproveitar. Conheça algumas delas:

Meu perfil

Em “Meu perfil” você poderá publicar seus próprios materiais e pode ver quando alguém fizer citações sobre o que você publicou.

Minha biblioteca

Esta funcionalidade permite que você salve artigos para ler depois.

Você pode salvar os materiais que você encontrou através das suas pesquisas e, caso você precise desses materiais mais uma vez, você terá acesso facilmente;

Alertas

Nesta funcionalidade você poderá criar alertas para os assuntos ou palavras-chaves que você quiser, para você ficar sabendo quando tiver novas publicações na ferramenta;

Métricas

Nesta opção você pode encontrar materiais sobre o assunto que você pesquisou por ordem de relevância.

Essa ordem foi criada a partir do número de citações feitas sobre aquele determinado material.

Pesquisa avançada

Essa funcionalidade permite que você faça uma pesquisa mais avançada do que na ferramenta de busca “comum” do Google.

Nela você consegue encontrar resultados mais precisos;

Minhas atualizações

Em “Minhas atualizações” é onde você recebe recomendações sobre materiais relacionados à sua pesquisa.

Apesar desses serviços serem totalmente gratuitos, algumas funcionalidades do Google Acadêmico exigem que você possua uma conta no Google.

Como utilizar o Google Acadêmico

Agora que você já sabe o que é o Google Acadêmico e conheceu as suas funcionalidades, você vai aprender como utilizar essa ferramenta tão útil. Confira:

Para acessar

Para acessar a ferramenta, você precisa clicar nesse link.

Para pesquisar

Para realizar uma pesquisa, basta digitar o tema ou palavra-chave do assunto que você procura.

Você pode fazer uma pesquisa filtrando por relevância, data da publicação, se quer pesquisar em qualquer idioma ou só em português, etc.

Através da “Busca avançada” você pode fazer uma pesquisa refinada sobre o assunto que você desejar.

A sua busca pode ser:

  • Por datas (de acordo com a sua preferência);
  • Baseado no autor que você escolher;
  • Baseado no periódico que você preferir;
  • Por todas as palavras;
  • Pela frase exata sobre o tema;
  • Por uma palavra-chave.

Minha biblioteca

Para utilizar essa opção, basta clicar em “Minha biblioteca”. Se quiser salvar algum material pesquisado, é só clicar no ícone de estrela abaixo do resultado da sua pesquisa.

E, para acessar o material que você salvou, é só clicar em “Minha biblioteca”.

Métricas

Nessa funcionalidade você consegue ver a análise métrica das principais publicações, segmentadas por categoria e em vários idiomas, que você pode escolher, incluindo o português.

Em “Métricas” você também pode verificar a visibilidade e a influência dos materiais que foram publicados recentemente.

A ferramenta também exibe uma lista com cem artigos mais citados e duas colunas (Índice h5 e Mediana h5), que organizam o ranking de referências de cada artigo. Além disso, a ferramenta fornece os links desses materiais.

Alertas

Para configurar os alertas para receber as atualizações sobre publicações relacionadas ao assunto que você pesquisou, basta clicar em “Criar alerta”, digitar a palavra-chave, preencher com o seu e-mail e clicar em “Criar alerta”.

A ferramenta permite que você crie alertas ilimitados. Você receberá todos eles através do e-mail que cadastrou, podendo cancelar a qualquer momento.

Minhas citações

Para utilizar essa funcionalidade, você precisa criar um perfil no Google Acadêmico, preencher um cadastro com seu nome, afiliação, e-mail, áreas de interesse, entre outras informações.

Depois disso, você precisa adicionar os seus artigos autorais em seu perfil.

Nessa etapa, você poderá editar, revisar ou excluir o seu artigo e também pode acrescentar outros, mas você pode concluir essa etapa depois.

Depois que você adicionou os artigos que você escreveu, precisa escolher como o Google acadêmico irá atualizar o seu material.

Para atualizar o seu material, a ferramenta te oferece duas opções: se você quer receber um e-mail para que possa analisar antes de confirmar ou se prefere que os seus artigos sejam atualizados automaticamente.

Configurações

Nessa opção você pode mudar as configurações que desejar, como os seus dados cadastrais, idioma, quantidade de resultados exibidos em cada página, etc.

Dica extra:

Você pode acessar o Google Acadêmico de maneira mais rápida e fácil, adicionando sua extensão no navegador do Google Chrome ou Mozilla Firefox.

Através desse recurso, é possível fazer suas pesquisas e salvar o seu material na biblioteca universitária, através do botão “Acadêmico”.

vantagens google academico

Encontre os melhores artigos acadêmicos

Para encontrar os melhores artigos acadêmicos você pode fazer uma busca por:

Palavra-chave

Você pode fazer sua pesquisa através da palavra-chave relacionada ao assunto que você deseja encontrar.

Esse recurso é excelente para quando você não lembrar ou não souber o nome do autor ou o título do artigo que procura.

Além disso, também é possível armazenar no próprio Google Acadêmico todos os artigos que você pesquisou, classificando-os por ordem de relevância ou pela data da pesquisa e também pode baixar em PDF.

Você pode acessar os artigos mais recentes que pesquisou, basta clicar em “Artigo recente” e encontrará os itens de sua pesquisa.

Título

Você também pode fazer suas pesquisas por título, filtrando os resultados. Se você souber o título do artigo que precisa encontrar, basta digitá-lo e encontrar, com facilidade, o que procura.

Autor

Se você lembra o nome do autor do artigo que procura, você pode fazer a sua pesquisa digitando o sobrenome do autor e, assim, encontrar exatamente o que precisa.

Para facilitar a sua pesquisa, você pode digitar o sobrenome do autor e, em seguida, as iniciais do nome dele.

Considerações sobre o uso do Google Acadêmico

O Google Acadêmico fornece milhares de artigos seguros e de qualidade, porém, cabe a você analisar se as informações contidas ali são confiáveis, embora sejam materiais produzidos e disponibilizados por bibliotecas universitárias.

  • Como já citei aqui, o Google Acadêmico é uma excelente ferramenta para pesquisar artigos acadêmicos, principalmente para encontrar materiais em PDF e links de referência;
  • É necessário que você saiba que o material gratuito oferecido pelo Google Acadêmico só disponibiliza acesso a resumos e sumários, logo, o conteúdo completo é pago;
  • Sempre que utilizar um conteúdo retirado do Google Acadêmico, você precisa citar a fonte;
  • Se você copiar algum trecho em seus trabalhos acadêmicos, precisa citar a fonte de forma direta, de acordo com as normas da ABNT, para que não seja considerado plagio;

 

Conclusão

Agora que você já sabe o que é o Google Acadêmico e como utilizar essa incrível ferramenta de pesquisa, utilize esse recurso sempre que precisar pesquisar sobre qualquer tipo de assunto.

Neste artigo você percebeu o quanto essa ferramenta é ideal para quem precisa fazer sua tese, monografia ou qualquer tipo de trabalho acadêmico.

O Google Acadêmico é mais um dos vários recursos que o Google disponibiliza para que os usuários se beneficiem. Então, saiba utilizar da melhor maneira possível e aproveite!

 

A Estratégia do Funil de Vendas para Afiliados

Elaborar um funil de vendas para afiliados é o caminho perfeito para se tornar um exemplo de empreendedor

Novos e empolgados comerciantes digitais iniciam seus empreendimentos todos os dias. Sabemos que é um dos nichos do momento, a aceitação é gigantesca no mundo empresarial por conta da praticidade e do alcance que o seu produto ganha quando disponibilizado na web de forma correta e inteligente, a questão é, você sabe o que deve fazer para se tornar parte da pequena porcentagem que prospera nesse mercado, ou entrará na contabilidade dos que desistem por não encontrar o caminho para o sucesso? O primeiro e mais importante passo para se dar bem é entender como funciona o funil de vendas para afiliados, primordial para o desenvolvimento da sua empreitada.

Certamente você já tem o seu produto elaborado, definido, formatado e até embalado, se necessário, não é? Partiremos desse princípio então, em comum acordo de que você já descobriu a melhor forma de dividir um conhecimento específico com o público, oferecer experiência e técnicas que agregaram demais na vida de muitos outros, independente do infoproduto que você está comercializando (e-books, vídeo aulas, cursos profissionalizantes ou qualquer outro modelo). Vamos descobrir para onde o funil nos leva.

Divulgação do material

Lembra do formato do funil que você usa para passar o seu café, não lembra? Tudo começa na boca dele, na parte mais larga e mais importante de todo o procedimento, na única forma de começar um processo de venda profissional e efetivo, isso é, através do marketing e de uma divulgação eficiente do material. Nessa primeira etapa, para encontrarmos um funil de vendas para afiliados bom o suficiente, você deve descobrir exatamente qual é o perfil do seu cliente, também chamados de buyers personas no mundo do marketing, quem você deseja alcançar e, quando eu disse “exatamente”, é isso mesmo, desde as preferências até a faixa etária, atuação profissional, tudo. Feito isso, está na hora de utilizar as ferramentas para chegar até eles.

Redes sociais e outras plataformas

O funil de vendas para afiliados começa com a fomentação de tráfego de visitantes para o seu espaço de venda do produto. Para começar a atraí-los, faça uso das ferramentas que você já utiliza diariamente, como Facebook, Instagram, Youtube, Twitter e Whatsapp, além da divulgação do material em outras frentes, como blogs parceiros e mini sites, sem esquecer de direcioná-los. Cada um deles deve ser utilizado de acordo com suas próprias características, mas sem perder o conceito geral que você quer transmitir para atrair os leads e futuros compradores. Tudo isso para poder convertê-los a um lugar especial: A página de captura.

Captando contatos

Após concluir o primeiro passo convocando os visitantes para a sua página, crie uma oferta sedutora para o recém-chegado, como um material de graça sobre o assunto que foi sugerido na prospecção deles. Criar um e-book  no formato PDF, por exemplo, é a maneira mais eficiente que você tem de conseguir o contato dele. Ofereça o infoproduto em troca do e-mail do interessado, fazendo com você inicie uma geração de leads frutífera. Após esse segundo passo, ele escorrega diretamente para a sua página de vendas, onde você oferecerá, agora sim, um produto pago.

Conteúdo do e-mail

O sistema de funil de vendas para afiliados consiste na apresentação constante do seu material para o interessado, mas nunca de forma agressiva, sempre sugerindo e oferendo o produto, destacando as possibilidades de crescimento e sucesso que o seu cliente tem ao consumi-lo. No e-mail que será disparado para o seu visitante, devemos incluir o link que prometemos com o material inicial e, agora sim, dentro deles, caminhos que o levem ao produto que você está vendendo.

Vamos percebendo que o formato de funil é exatamente para suavizar o contato no momento da venda. Devemos admitir que não gostamos quando alguém nos aborda de forma incisiva para vender algo, funciona da mesma forma na internet, desconfiamos de cara quando um banner aparece com o serviço e o preço, em uma atitude forçada, sem nenhum tipo de introdução ou troca de confiança.

 

Funil de vendas

Funil definido

Descobrimos então o formato básico do funil de vendas para afiliados de seu infoproduto. Identificamos o cliente potencial, levamos a proposta a ele através de plataformas para assim desenvolvermos um tráfego básico de visitantes. A primeira abordagem ao interessado deve ser sempre gratuita, expondo um material sem custos, ilustrando que você quer realmente ajudar e não fazê-lo consumir a esmo. Com o registro do e-mail e a transmissão o produto free, começamos a leva-lo ao que realmente queremos vender, redirecionando ele após o registro do e-mail e incluindo no link enviado o caminho para conseguir o material verdadeiramente completo.

Detalhes

Pronto, já sei como funciona a estrutura simples, um sistema de etapas que encaminha um grupo de possíveis interessados até o processo derradeiro, o da venda. Posso então sair comercializando qualquer coisa que o meu progresso no mercado será garantido, não? Definitivamente, ainda não. Há um número grande de informações e detalhes que compõe todo o processo. Explicaremos tudo o que você deve entender para realizar a atividade de forma eficiente.

O primeiro material que você oferece, como já foi dito, pode muito bem ser um e-book. Com ele, você consegue de forma fácil conquistar a confiança do interessado, já que não é todo mundo que disponibiliza algum tipo de expertise sem cobrar alguma coisa. Não esqueça, de forma alguma, de tentar redirecionar o possível cliente para a página de compra efetiva. Isso pode acontecer instantaneamente ou demorar mais de uma semana, dependendo do perfil de quem está acessando ele.

Caso ele não se interesse pelo produto que está sendo vendido de primeira, a próxima estratégia consiste no envio de e-mails automatizados enviados regularmente, de acordo com o seu desejo. Por exemplo: Dois dias depois dele ter recebido o conteúdo gratuito, pode receber um e-mail contendo todas as vantagens e uma lista de benefícios que ele terá acesso caso se interesse pelo produto oferecido. Dois dias depois, uma lembrança de que o prazo para aproveitar a promoção já está acabando, e por aí vai um mar de possibilidades de mantê-lo de olho.

E-mail Marketing

Para enviar os chamados e-mails marketing, você pode contar com ferramentas que oferecem esse serviço e elaboram todo o sistema de envio deles de forma automática. Assim, sempre que você cria uma rede de leads (os contatos armazenados exatamente para isso) pode atuar de forma sistemática com a distribuição inteligente dessas mensagens, que certamente tem o poder de converter incontáveis clientes que ainda não tinham certeza se consumiriam ou não o que você está vendendo. Uma pesquisa nos buscadores já resolve a questão, basta verificar qual se encaixa melhor no seu perfil de atuação.

Temos um sistema elaborado aqui, não é? Para quem não está acostumado com a dinâmica digital e com a velocidade na troca de informações, parece até pouca coisa, nada que sustentaria um modelo rentável de negócio. Engano básico e corriqueiro. Se você seguir todas as etapas com afinco e criatividade, atrairá um número de visitantes impensável para um negócio físico.

Funil de Vendas para Afiliados – modelos

O modelo conhecido como funil de vendas para afiliados é a chave para um ingresso no mercado online em grande estilo. Não são poucos os casos de empreendedores que estabeleceram uma solidez invejável a longo prazo e já rentabilizaram dezenas de milhares de reais apenas com o processo de funil. Devemos considerar que há outros meios de rentabilizar, como os anúncios pagos, mas essa fluidez natural e “descompromissada” de possíveis clientes nas suas páginas de vendas e produtos pode ter um peso muito grande na contagem da renda.

Como ficou explícito, você não deve esperar por um retorno no consumo imediato. É exatamente para isso que servem os e-mails marketing e o código de remarketing, muito utilizado por empresas de vendas de produtos físicos também, que posicionam seus anúncios em janelas durante a sua navegação na internet. Pode ser que na primeira vez o preço de um determinado produto não pareça tão chamativo assim, nem na segunda. De repente, na terceira ou quarta vez, aquela passagem aérea ou câmera fotográfica parecem muito mais atraentes para você.

como montar o funil

Outros produtos vendidos

Levar o consumidor até o produto que ele ainda não sabe que vai consumir é o segredo. Relacionamos todo o processo até agora com um produto final, nada de errado com isso, o que vale salientar é que se ele chegou perto de comprar aquele, mas não se identificou totalmente, há uma grande possibilidade de ele considerar um outro que você tenha a oferecer.

Fazer com que ele continue frequentando o seu portal e tenha acesso aos outros materiais é fundamental. Os e-mails são uma ótima forma de mantê-lo por perto, além da manutenção de um site atrativo e interessante, com um ótimo design e textos bem elaborados. Funciona da mesma forma que uma loja física, podemos nos interessar levemente por algo que está exposto na vitrine ou mesmo pelo nome do estabelecimento, já dentro dele acabamos decidindo por algo que tem mais a nossa cara. Não é preciso nem dizer que, caso a compra do primeiro produto tenha sido efetuada e o material aprovado, a chance dele voltar mais vezes é imensa.

Ponto Chave

É a partir desse ponto que conseguimos construir um verdadeiro “nome” no mercado digital. Imagino que você tenha na cabeça o nome de alguns desses grandes atuantes no mercado, que conseguiram fidelizar um número interessantíssimo de clientes e conseguem levá-los para todas as variações das plataformas, seja no Youtube, Facebook, mas principalmente, vendendo seus produtos através dessas ferramentas. O simples fato de trazê-los de forma definitiva faz com que qualquer produto que seja lançado posteriormente tenha um selo de credibilidade já colado a ele.

De forma um pouco mais específica agora, faremos uma revisão de como elaborar o funil de vendas para afiliados. No momento da criação de tráfego através das ferramentas, você deve ficar muito atento ao estilo de aproximação que deve ser utilizada em cada uma delas. No Facebook, uma combinação entre textos curtos e vídeos/imagens é sempre uma boa pedida, divulgados em horários de serviço durante a semana, preferencialmente. Nos blogs, é possível agir em parceria com donos de blogs que trabalham com assuntos semelhantes ao seu, fazendo com que muitos dos interessados no material deles convertam para a sua página.

Passos Finais

Após essa captura, chegamos na tal da squeeze page, que é onde nós oferecemos o infoproduto de “brinde”, lembra? Aqui, devemos ter a página hospedada em um domínio, de preferência .com ou .com.br, pois influenciam demais na hora da aceitação no interessado. Elabore uma apresentação simples, com vídeo para apresentar o conteúdo ou tópicos sucintos que transmitam a mensagem do que está sendo oferecido. Próximo a eles, o formulário onde são cadastrados o e-mail e o nome de quem acabou de chegar. O bom senso é o ideal aqui, designs modernos e simples costumam atingir os melhores resultados.

Após o registro, há a necessidade da confirmação da primeira mensagem enviada, embutidos nos serviços que automatizam o e-mail. Faça isso de forma pessoal e simpática também, explique qual é o procedimento a ser seguido (geralmente é apenas clicar no link enviado) em poucas palavras e finalize o processo. Esse é o ponto de estabelecimento definitivo de relação, quando o interessado receberá conteúdos e criará um laço com o que você produz, de forma direta ou indireta.

Última Dica

A última dica que daremos para que você elabore um funil de vendas para afiliados de qualidade é essa: Deixe a vergonha fora do projeto. Os empreendedores de sucesso na internet, hoje, se apresentam e constroem vídeos para passar ainda mais credibilidade e transmitir a energia necessária para a conversão de novos clientes. Materiais audiovisuais constroem uma identidade ao produto e garantem que nada que está sendo oferecido ali é de “mentira”, com alguma intenção inescrupulosa. Se você quer ser mais um dos empreendedores digitais a rentabilizar mais de R$10 mil por mês através de um sistema eficaz de vendas, crie coragem para lançar e estabilizar o seu negócio.

 

Como ganhar dinheiro na internet só por estar conectado. É possivel?

Muitos sites oferecem formas mágicas de como ganhar dinheiro na internet só por estar conectado. Mas será que isso é realmente possível?  

Pois saiba que é possível sim ter ganhos financeiros usando a internet. Entretanto, para isso você precisará fazer algum tipo de trabalho, mesmo que simples.

Navegar na internet, avaliar produtos, realizar tarefas e clicar em anúncios são algumas das formas de ganhar dinheiro online.

Entretanto, para quem já tem um blog ou site, gerar uma renda extra é mais fácil ainda, sendo possível ganhar dinheiro na internet só por estar conectado.

Nesse artigo, vamos abordar algumas formas de ter ganhos financeiros reais online, sem ter que fazer muito esforço.

Você vai saber como ganhar dinheiro na internet só por estar conectado!

Como ganhar dinheiro na internet só por estar conectado

Ganhar dinheiro navegando na internet

Já pensou em ganhar dinheiro a cada minuto que você passa conectado? Saiba que fazer isso é mais fácil do que parece.

Há alguns provedores de internet que disponibilizam plug-ins para isso. É muito simples, basta se conectar, ligar o plug-in com apenas um clique e navegar normalmente online.

A cada hora online, você acumula alguns centavos. Ao indicar um novo usuário, você também recebe uma parte dos ganhos dessa pessoa.

Quanto mais tempo você estiver online e mais amigos você convidar para utilizar esse serviço, maior será seu ganho financeiro.

Entretanto, não espere ganhar muito dinheiro dessa maneira, pois a remuneração, mesmo utilizando o programa diariamente, não passará de 40 reais por mês.

sites para ganhar dinheiro conectado

Ganhar dinheiro testando produtos

Receber produtos em casa e ainda ganhar dinheiro para testá-los parece uma ótima ideia, não? Pois saiba que isso é possível.

Existem muitas empresas que enviam seus produtos para entender como eles serão aceitos pelos consumidores. Essa é uma ótima oportunidade para ter ganhos financeiros sem fazer quase nada.

O ponto negativo de participar dessas avaliações é que nem sempre você testará produtos que gosta.

Mas, quase sempre os produtos enviados serão para o seu perfil e tipo de consumo, por isso, não se preocupe.

A dificuldade desse tipo de trabalho está em convencer as empresas a te enviarem produtos.

Por isso, é mais fácil receber artigos para testar se você tem algum blog ou site que se relaciona ao nicho da empresa.

Para quem está iniciando, a dica é se inscrever em diversos sites e ficar atento aos seus emails, pois poderá demorar um pouco até que o primeiro produto seja enviado.

Ganhar dinheiro clicando

Essa não é uma maneira simples e rápida de ganhar dinheiro, mas pode ser bastante rentável.

ara conseguir ter ganhos financeiros clicando, basta ter um computador conectado à internet e se dedicar por alguns minutos diariamente.

Mas, essa não é uma forma rápida de obter lucro, pois a quantidade de reais que você ganha por clique é baixa.

Entretanto, se você trabalhar com uma certa regularidade, é possível ganhar uma quantidade razoável de dólares.

Além disso, é preciso estar atento ao site que você está utilizando como fonte de renda, pois muitas dessas páginas são fraudes.

Elas estabelecem uma cota mínima para retirar o dinheiro, mas fecham o site antes das pessoas poderem atingi-la.

No entanto, existem sites confiáveis para exercer esse trabalho, apenas é preciso procurar com cuidado.

Opte sempre por sites sem cota mínima para saque ou com valores bem baixos. Assim, você evitará de perder tempo e dinheiro com empresas falsas.

cuidados ao ganhar dinheiro na internet só por estar conectado

Cuidado com os sites milagrosos

Por mais que seja possível ganhar dinheiro online, nunca é possível fazê-lo sem algum tipo de trabalho.

Sites que prometem isso estão em busca de apenas lucrar.

Evite entrar em páginas que prometem deixar você rico, milionário ou que dizem que você ganhará muito dinheiro em um curto período de tempo.

Ao se cadastrar em um site, pesquise um pouco sobre ele e veja relatos de pessoas que já trabalharam lá, é a melhor forma de se manter seguro.

Pouco dinheiro: saiba em quais negócios investir

Arrumar um emprego com carteira assinada e demais benefícios tem sido difícil pra você? Não se sinta sozinho, hoje mais de 12,9 milhões de brasileiros estão na margem do desemprego. A busca tradicional por um trabalho se tornou passada e esse é o momento de usar a criatividade para encontrar novos caminhos. E qual seria a saída? Já pensou em montar seu próprio negócio?

Se você está aqui, provavelmente passou pela sua cabeça que fazer algo por conta própria pode ser a sua opção. A questão mais presente é: como montar um negócio com pouco dinheiro? Saiba que é possível sim! Obviamente grandes empresas precisam de alto investimento, e se esse não é o seu caso, também há um lugar ao sol para pequenos negócios.

Lembre-se que muitas pessoas começaram do nada, um bom exemplo é o próprio dono das Casas Bahia. Começou seu legado vendendo produtos em uma charrete de porta em porta e hoje é uma das maiores lojas em seu ramo.

A chave é a criatividade e dedicação que você coloca. Planejamento também é importante. Confira dicas e ideias de negócios que você pode montar mesmo tendo pouco dinheiro.

Como começar um negócio

Se você nunca teve um negócio, a primeira coisa a se fazer é pesquisar. Estude tudo sobre o tema! Existem diversos conteúdos totalmente gratuitos pela internet que podem te ajudar a ter um norte por onde começar. Independente do ramo que você irá investir, os negócios costumam ter uma base a ser seguida. Assim você poderá se organizar e saber exatamente atrás do que precisa ir.

Outro ponto importante nesse começo é saber o tipo de serviço que você quer e pode oferecer. Faça uma lista de ramos de serviço que você se dá bem e gostaria de mexer. Opte por nichos em que você já tenha um conhecimento, assim fica mais fácil dar certo.

Com essa listagem pronta, pesquise qual desses negócios seria mais interessante para a região que você está. Cada cidade e estado possui um público maior para determinados ramos. Por isso faça uma pesquisa para saber qual a demanda é maior e poderá te dar mais lucro.

Agora é colocar no papel os custos e investimentos necessários. Saiba o dinheiro que você tem disponível e faça as contas de quanto seria ideal. Caso seu montante não chegue no valor certo, pense no que pode ser otimizado. Outra opção é se programar para guardar uma grana e começar quando tiver o dinheiro todo. Se houver a possibilidade, também é possível encontrar alguém pra investir financeiramente. Você poderá pagar essa pessoa conforme o lucro for aparecendo e depois ser totalmente dona do negócio.

Como abrir seu próprio negócio

Quando você tiver tudo certo no papel: qual tipo de negócio e quanto poderá investir, é a hora de traçar as metas para colocar o negócio para abrir ao público. O medo de não dar certo é o que mais estará presente, mas saiba que paciência e dedicação devem estar com você. Nenhum negócio começa bom no início, demanda persistência até que você crie seu próprio público e as pessoas passem a conhecer o seu serviço.

O essencial agora é entender o seu público-alvo, ou seja, quem precisa e quer o seu negócio oferecido. Para isso, o ideal é mais pesquisas ainda (principalmente dos concorrentes). Liste quem são os seus concorrentes diretos no negócio e veja o que eles fazem para se promover. A ideia não é copiar, mas ter um norte da linguagem (textual e visual) de como se comunicar com o seu público. A partir disso crie seus próprios diferenciais para se destacar desses concorrentes na hora que o cliente precisar escolher.

Na hora de mostrar ao mundo seu negócio, use e abuse do network. Fale com todos que conhece sobre o seu serviço (boca a boca, whatsapp, redes sociais etc). Dependendo do seu ramo, será essencial ter uma presença constante nas mídias sociais para divulgar seu trabalho.

De início se dedique em captar seus clientes de todas as formas possíveis. Esse é o momento de mostrar a competência e segurança do seu negócio para que a ideia se espalhe e atraía ainda mais gente.

Ideias de negócios em casa

Quer criar um negócio com pouco dinheiro? Então fazer isso de casa se torna a melhor opção de todas. Assim você não tem gastos com locação e manutenção de um local físico. Mas o que fazer? Sabemos que as possibilidades são inúmeras, por isso aquela dica lá de cima se aplica muito no agora: focar em algo que você já conheça e tenha facilidade. Mas se você está totalmente sem ideias e precisa de uma direção, confira algumas ideias de negócio em casa que costumam trazer resultados positivos.

  • Artesanatos

Uma das opções em que o investimento costuma ser baixo, você pode fazer tranquilamente da sua casa e sempre tem um público. Claro que as opções de qual tipo de artesanato são inúmeras, por isso foque naquela pesquisa da região. Busque saber o que as pessoas ao seu redor mais gostam e consomem quando o assunto é arte.

Se você já souber fazer algo, ótimo! Mas se realmente for começar do zero, é o momento de fazer aquela vasculha na internet. Hoje em dia existe tutorial para ensinar a fazer praticamente tudo. Encontre o artesanato certo, com custos que cabem no seu bolso e que tenha bons clientes em potencial.

Para divulgar você pode fazer um cantinho dentro da sua casa para expor os artesanatos e colocar um banner na porta indicando o negócio. A internet e redes sociais podem ser grandes aliadas para isso também. Divulgue para seus amigos que poderão divulgar para seus outros amigos e assim vai.

  • Bijuterias

É fato que as bijuterias sempre possuem um público em qualquer região do país. Muitas mulheres gostam de sempre ter novas peças e é um negócio promissor que pode começar na casa das amigas.

Existe a opção de você comprar e revender, como também criar suas próprias bijus. No caso de revenda, pesquise lugares e preços que serão mais lucrativos e que sejam peças de qualidade. Faça as contas do seu lucro para saber qual compensará mais. No caso de produzi-las sem nunca ter feito, outra vez é a hora de mergulhar nos tutoriais da vida. Pesquise também preços melhores para a compra dos materiais.

Para esse tipo de negócio também é importante estar sempre ligada nas tendências de moda. Por isso siga nas redes sociais e sempre veja notícias das bijuterias do momento.

  • Marmita

Adora cozinhar? Que tal fazer desse amor um negócio? Em um mundo no qual o dia a dia tem sido corrido para todos, a necessidade de comprar comida pronta tem sido cada vez maior. A ideia de marmitinhas é ótima e você pode fazer no conforto do seu lar. Você pode vender de porta em porta ou até contratar um motoboy (se tiver um dinheirinho para investir e houver essa demanda).

Como todo negócio, pesquise e teste quais cardápios funcionam melhor. Você ainda pode optar por fazer as marmitas tradicionais ou as fitness que estão super em alta.

Ideias de negócios lucrativos

A verdade é: o negócio ser lucrativo ou não depende mais de como se fazer do que o ramo em si. Obviamente alguns setores são mais fáceis de lucrar pela demanda de cada lugar. Por isso separamos ideias de negócios lucrativos em que na maioria dos lugares tem público para eles.

  • Compra e venda de roupas

Roupa é um item essencial para muita gente. Com a moda indo e vindo com novas tendências cada vez mais rápidas, o consumo só aumentou. Então que tal investir nisso? Claro que é importante ter um senso de moda e entender um pouco desse mundo. Se você não tiver nenhum conhecimento, pesquise muito! Como o ramo das bijuterias, é preciso estar sempre ligada. Por isso se mantenha informada de quais tipos de roupas estão em alta.

Você pode optar por comprar roupas na 25 de março, por exemplo. Lá os preços são bem baixos e você pode revender obtendo um lucro legal. Outra ideia é ter uma empresa/marca para revender diretamente dela. E ainda pode ser interessante vender roupas usadas, que costumam funcionar também. Dependendo de quanto você pode investir, é possível criar uma mini loja em casa mesmo, com um espaço para as peças. Mais uma possibilidade é vender de porta em porta e colocar na internet.

  • Cuidador de cachorros

Ama animais? Que tal juntar o útil ao agradável? Se você tiver uma cartela de cliente fixos pode virar um negócio bem lucrativo. Muitas pessoas não podem oferecer carinho e cuidados necessários aos seus cãezinhos e optam por contratar alguém que possa fazer. E o mais legal é que o investimento inicial é praticamente nulo. Pode começar divulgando os  serviços para os amigos pelas redes sociais. Crie uma banner de divulgação legal e comece a oferecer o trabalho pra quem você sabe que pode precisar.

Ideias de Negócios Online

O mundo está na internet, então que tal fazer o seu negócio exclusivamente de forma online? Sem sair de casa e sentadinha no seu computador! O investimento é bem baixo e você tem muitas possibilidades de se dar bem.

Confira aqui, como aprender montar negócios online lucrativos.

Confira algumas opções:

  • Marketing digital

É formado na área de comunicação? Uma boa ideia de negócio é oferecer seus serviços como freelancer. A busca por redatores para artigos de blogs, revisão de textos, produção de e-books e gerenciamento de redes sociais tem sido cada vez maior. E o melhor é que as empresas realmente procuram os profissionais para esses tipos de serviço de forma online

É possível se cadastrar em sites específicos do nicho como também criar uma publicidade só sua para divulgação. Você pode fazer banners para divulgar nas redes sociais e pagar anúncios para serem vistos pelas empresas que precisam desse serviço. Crie um site para ter seu portfólio e mostrar seu trabalho. Mostrar com exemplos o que você pode fazer é uma das melhores formas de conseguir finalizar um negócio.

  • Cursos online

É especialista em algum assunto? Uma ótima ideia é produzir vídeos de cursos online ensinando o que você sabe. Com a falta de tempo e dinheiro, muitas pessoas estão recorrendo aos cursos da internet para aprenderem sobre determinado assunto. Você pode vender para sites que alocam vários cursos como fazer conferências para diversas pessoas ao vivo. É simples, didático e se a repercussão for boa, você sempre conseguirá alunos. Por isso estude formas didáticas e práticas de ensinar para promover uma boa experiência e lucrar com esse negócio.

Negócios do futuro

O fato é: a internet vai dominar o mundo (se já não dominou). Então na hora de pensar em negócios que serão rentáveis no futuro, é importante colocar o mundo online dentro dos planos.

  • Criação de blogs

Quando uma pessoa tem uma dúvida sobre qualquer assunto, onde ela procura respostas? Na internet! Então que tal criar blogs que possam oferecer essa informação? Escolha um nicho e explore os assuntos mais procurados daquele determinado tema. Claro que é preciso ter uma boa redação e estudar noções básicas de ranqueamento do Google para que o seu blog seja visto e comece a dar lucro.

Você pode oferecer consultorias online, divulgar produtos como afiliados (ganhar dinheiro indicando produtos de determinadas marcas ao falar sobre o assunto), usar o Google Adsense etc.

  • E-commerce

Já pensou em ter uma loja exclusivamente pela internet? Sem impostos e todos os gastos adicionais que as lojas físicas trazem! Esse com certeza é um dos negócios mais promissores do futuro. Isso porque as pessoas têm tido cada vez menos tempo para comprar o que precisam pessoalmente. A comodidade e facilidade de realizar uma compra sem sair de casa ganhou muitos adeptos que ficamos na dúvida do que será das lojas físicas daqui uns anos.

O legal é que você pode vender qualquer coisa: camisetas, canecas, sapatos, bijuterias etc. Produtos que você mesma pode produzir ou revender de outras marcas. Apesar de ser mais fácil do que criar uma loja física, é preciso estar atento a contratar uma plataforma de site que ofereça uma boa experiência de compra. É importante que seja confiável e que você preste atenção em questões de estoque, entrega e atendimento.

A divulgação fica por conta online também, que precisa ter um bom gerenciamento das redes sociais, sac de qualidade (se as pessoas não podem ver antes de comprar, pode ser que haja algumas insatisfações) e anúncios com foco no público alvo.

E aí, viu como existem inúmeras possibilidades para criar negócios com pouco dinheiro? Saiba qual ramo é o melhor para você e sua região, se programe, estude muito e se dedique totalmente. Criatividade é essencial para se destacar. Persistência é ideal para fazer o negócio decolar.

6 formas de ganhar dinheiro urgente

As contas do mês apertaram e você precisa ganhar dinheiro urgente? Nessas horas que o desespero bate, fica difícil ter boas ideias do que fazer para fazer uma grana rápida. Por isso, a primeira coisa a ser fazer é clarear a mente e pensar nas possibilidades que você tem ao redor.

Seja pelo desemprego ou porque o trabalho fixo não paga o valor suficiente para te sustentar, muitas pessoas têm se encontrado nessa situação. Neste momento parece que não há luz no fim do túnel, mas saiba que existe sim! Tem várias opções de serviços que podem ser feitos de maneira informal e te ajudar a fazer aquele dinheiro extra.

Quer saber o que? Vem ver!

Trabalhos para ganhar dinheiro rápido

Confira 6 ideias para ganhar dinheiro urgente e veja qual pode ser a melhor opção para você. Analise suas possibilidades e conhecimentos para focar na ideia que poderá te trazer mais retorno.

  • Contate os amigos

Contatos é vida! Se você precisa fazer dinheiro e rápido, que tal fazer aquela listinha dos seus amigos e conversar com eles se sabem de alguma coisa? Eles podem estar sabendo de algo ou a empresa na qual trabalham pode estar procurando por alguém. Serviços no qual você é indicado por alguém que já conhece sempre possuem mais chances de darem certo.

Melhor ainda se você possuir amigos/colegas que possuem seu próprio negócio. Assim quando eles precisarem de alguém para completar a equipe ou fazer o famoso “bico” você será a próxima da lista.

  • Venda objetos e roupas pessoais

Uma das formas mais fáceis de fazer dinheiro urgente é fazer aquela limpa do guarda-roupa. Isso vale para roupas, sapatos e objetos que você não usa mais. Se não houver , é a hora de desapegar de algumas coisas que você gosta pela necessidade do agora.

Separe peças que você realmente acha que estão em bom estado para vender. Tire foto de tudo separadamente, e se possível, também no corpo para que os compradores possam ter uma ideia de como irá ficar. Pense em preços justos e seja maleável (se uma pessoa quiser mais de uma peça, por que não fazer um precinho promocional?).

E onde colocar tudo isso para vender? Faça um grupo no whatsapp com as amigas e veja se alguma delas se interessam. Você também pode colocar tudo na internet, nas suas próprias redes sociais como também publicar em grupos específicos desse tipo de venda. Outra ideia é fazer um mini bazar em casa e criar um evento no Facebook para chamar a galera.

  • Seja um(a) revendedor(a)

Uma das formas mais antigas e certeiras para fazer um dinheiro extra e rápido, é revender algum tipo de produto. Você pode optar por ser revendedora dos tradicionais catálogos, como da Avon e Natura. Outra possibilidade é revender diretamente o produto, como cosméticos mesmo ou até lingeries.

Para se tornar revendedora é só contatar de forma online a marca que deseja para saber como funciona na sua região. Converse com amigas que já fazem esse trabalho para te ajudar nesse começo. Mas costuma ser bem rápido e simples.

Lembre-se que é importante ter uma boa lábia nesse trabalho. Ótimo é já ter em vista clientes em potenciais, que pode começar nas amigas e chegar nas amigas dessas amigas. Assim você cria sua própria clientela e pode faturar legal com isso.

  • Venda doces

Quem é que não curte um docinho depois do almoço, ein? Se você já trabalha em um local com vários outros funcionários, fica mais fácil e rápido fazer esse dinheiro ainda! Muitas pessoas costumam fazer trufas e brigadeiros para vender na hora do almoço e os clientes são os próprios colegas de serviço.

Caso você não tenha nenhum trabalho, pode ver com algum familiar (tio, mãe, primo, marido, filho) para vender no local que ele frequenta. Outra forma é de porta em porta mesmo, que é mais cansativo, mas costuma funcionar muito bem.

  • Trabalhe como garçom

Vários lugares costumam contratar de maneira informal os garçons de seus bares e restaurantes. Muitos são realmente freelancers e costumam ganhar um dinheiro legal para uma noite. Faça uma lista dos estabelecimentos da sua cidade e vá conversar em cada um deles. A maioria não pede experiência e você aprende facilmente na hora.

Além de barzinhos, você pode ser garçom em um buffet de festas. É outro tipo de trabalho que costuma só chamar freelancers sem experiência.

  • Cuide de uma criança

Gosta de crianças? Uma opção para ganhar dinheiro rápido é começar a ser babá de crianças. Muitos pais pagam para alguém cuidar de seus filhos quando precisam sair e possuem um compromisso.

Comece oferecendo entre os seus amigos e nas redes sociais. Entre em grupos específicos desse tipo de serviço para ter mais visibilidade e oportunidades.

Ganhar dinheiro não está fácil, mas usar a criatividade é parte essencial para sair do aperto. Analise as possibilidades citadas para ganhar grana de forma rápida, força para ir atrás e boa sorte!

Como ganhar dinheiro trabalhando em casa

Muita gente se pergunta: é realmente possível ganhar dinheiro sem sair de casa? E a resposta é com certeza! Trabalhos tradicionais ficaram para trás e hoje você também pode fazer grana sem sair do sofá.

Esse tipo de serviço ainda se torna muito necessário e a única opção para pessoas que não podem sair de casa por algum problema de saúde, gestação ou pela falta de oportunidade no mercado de trabalho.

O que fazer em casa para ganhar dinheiro

Mas o que fazer para ganhar dinheiro em casa? As possibilidades são inúmeras, até maiores do que você pensa. É o momento de usar a criatividade, pesquisar muito, encontrar atividades em que você já tenha facilidade e entender onde o seu público-alvo estará.

  • Seja freelancer

Para os profissionais da comunicação que querem trabalhar de casa, a internet tem sido o fluxo para fazer dinheiro. Publicitários, marketeiros, jornalistas, designers entre outros podem oferecer sua consultoria e trabalho em portais específicos.

Você poderá escrever artigos para internet, produzir e-books, gerenciar redes sociais de uma marca, criar artes para as redes sociais e divulgação de eventos, revisar textos etc. Separe as funções em que você se dá melhor e crie perfis nesses sites oferecendo seu serviço. Uma boa opção também é criar uma divulgação para as redes sociais e contatos da sua lista.

  • Faça vídeo-aula

É especialista em algum assunto? Independente da sua área de atuação, se você tem algum conhecimento que acredita que seja relevante compartilhar, isso pode ser sua fonte de renda. Aulas feitas em vídeos tem crescido cada vez pela falta de disponibilidade de tempo (e também dinheiro) das pessoas de realizarem cursos presenciais.

Você pode criar uma série de vídeos ensinando sobre um determinado assunto e postá-lo em redes de sites afiliados para divulgação. Os preços serão bem mais acessíveis para quem se interessa e você ganhará sem sair de casa. O que costuma estar em alta são vídeos preparatório para vestibular e provas de concurso, então vale a pena investir nesses assuntos em específico.

  • Dê aulas em casa

Seguindo a mesma ideia das videoaulas, você pode oferecer aulas particulares na sua casa de alguma matéria como inglês, matemática e português como também de outros setores como de música, culinária e artesanato.

Divulgue seu trabalho nas redes e contate os amigos para saber se alguém se interessa. sites como Engoo ou Getninjas também podem te ajudar a encontrar os alunos. Você pode começar com um só e no final criar turmas.

  • Cuide de animais de estimação

Que tal fazer sua casa de hotel para os bichinhos? Muitas pessoas que viajam as vezes ficam sem ter com quem deixar os animais. Os hotéis especializados nisso costumam ser muito caro e por isso se torna inviável. Isso seria ótimo se o seu espaço for amplo e você amar os animais de estimação.

Plataformas como a DogHero são ótimas para você oferecer essa hospedagem e quem precisar pode te achar com facilidade. Crie uma tabela de preços e faça seu perfil para divulgação.

O que posso vender para ganhar dinheiro

Mas se você prefere mexer com vendas diretas de algum produto, o que será que pode vender para ganhar dinheiro? Mais uma vez, as possibilidades são grandes. Confira algumas ideias de coisas para vender que podem dar bastante certo!

  • Lembrancinhas para festas

Lembrancinhas e peças de decoração personalizadas são sempre procuradas para festas de casamento, aniversários, chás de bebê e eventos desse tipo. Vale investir em produzir produtos criativos e fazer a diferença na hora de vender.

Pesquise quais são as lembranças que estão mais em alta e comece a aprender a fazer. Elas podem ser produzidas de diversos materiais e formas diferentes, então invista no qual você vai se dar melhor e tem um custo que deixa um lucro legal.

  • Faça artesanato

Como as lembrancinhas de festas, os artesanatos também são ótimas formas de negócio em casa. Apesar de parecer em um pensamento comum que isso é coisa antiga, o que mais tem são novas ideias super criativas para decorar o espaço.

Procure pelas tendências do momento e faça seu diferencial. A ideia de DIY (do it yourself, faça você mesmo) tem crescido muito na internet. Você pode além de vender, ensinar as pessoas a fazerem seu próprio artesanato. Divulgue nas redes sociais seu trabalho e coloque para vender em sites como o Elo7 para ter mais visibilidade.

  • Seja uma revendedora

Uma das atividades mais velha quando falamos de trabalhar de casa, revender produtos pode ser uma ótima ideia. Principalmente se você já tem um bom contato com a vizinhança e tem amigos interessados na venda.

Você pode revender catálogos e produtos das mais conhecidas marcas como Avon e Natura. Mas também pode partir para uma revenda do produto direto, como lingeries, produtos eróticos  e bijuterias. Analise qual teria mais clientes pelas pessoas que você conhece e comece os trabalhos.

  • Venda marmitas saudáveis

Imagine quantas pessoas têm que fazer a própria comida ou acabam comendo qualquer coisa na hora do almoço por falta de tempo? Muitas! Imagine então quantas querem entrar em uma dieta mais saudável mas não sabem o que cozinhar? Mais ainda!

Por isso, se você gosta de cozinhar e cozinha bem, fazer marmitinhas pode ser uma ótima tacada. Faça cardápios saudáveis e publique nas redes sociais. Tenha opções vegetarianas e sem glúten ou lactose. Com o crescimento do negócio, você pode até criar uma conta em portais como o Ifood para seu público te encontrar.

Como fazer dinheiro rápido

Você quer ganhar dinheiro trabalhando em casa mas que isso seja bem rápido? Então é preciso filtrar mais as possibilidades. Pois todo negócio que começamos, tem um tempo para criar seu público e realmente dar lucro. Mas se você precisa que surja algo depressa, há algumas outras opções que são melhores para investir.

  • Venda itens que não usa mais

Acredita que tem gente que faz dinheiro só vendendo suas próprias coisas? Separe itens de maiores valores e venda em portais como a OLX. Para que o retorno seja rápido e você consiga seu dinheiro, invista em fotos e descrições chamativas. Vale até pesquisar como as pessoas que estão vendendo o mesmo que você costuma fazer.

Depois de vender tudo o que conseguir, você pode até se oferecer para vender coisas dos seus amigos e tirar uma comissão nisso, que tal?

  • Faça doces e salgadinhos

Se você tem alguém em casa que todos os dias encontra várias pessoas, como no trabalho ou escola, pode ser que seja rápido o retorno desse trabalho. Fazer doces e salgadinhos para vender nesses lugares costuma dar muito certo. Principalmente brigadeiros e trufas na hora do almoço.

Faça um primeiro teste em uma semana e veja o que dá mais lucro: salgados ou doces (e qual tipo de cada um). Assim em pouco tempo você já investe em algo certeiro e de retorno rápido.

Viu como dá para ficar no sofá e mesmo assim produzir coisas que te ajudem a fazer aquela graninha? Não se esqueça de escolher algo do qual você realmente já tenha uma habilidade e possa fazer bem. Com dedicação em produzir algo de qualidade, investimento na divulgação do seu trabalho e preço justo, tem tudo para dar certo. Boa sorte!

Como ganhar dinheiro extra nos finais de semana

Está precisando aumentar a renda mensal?

Conseguir um dinheiro extra nos finais de semana pode ser uma ótima sacada! Seja para você que precisa ganhar uma grana para ajudar nas despesas da casa. Seja para você que precisa guardar um dinheirinho para aquela viagem que planeja fazer no final do ano.

Para quem já tem um emprego fixo, sobra pouco tempo durante a semana para poder se dedicar às outros tipos de serviço. É nessa hora que os finais de semana são perfeitos para isso, até porque existem muito mais tipos de trabalho informais que você pode explorar no sábado e domingo. Quer saber quais e como?

Como conseguir emprego no final de semana

Mas por onde começar a procurar emprego no final de semana? Tudo vai depender do ramo que você estiver disposto a entrar. Mas algumas dicas são essenciais para todos os tipos de trabalho. Lembre-se que como qualquer outro trabalho você precisa ir atrás e mostrar suas competências faz toda diferença na hora de ser contratado.

Você também pode usar aplicativos para ganhar dinheiro no fim de semana.

Confira algumas dicas para conseguir emprego no final de semana:

  • Currículo atrativo e atualizado

A primeira impressão é que a fica? Não exatamente, mas é a que pode te dar oportunidade de uma entrevista – com certeza! Por isso ter um currículo impecável faz parte para chamar atenção dos contratantes dentre os demais CVs que eles receberem.

Se você ainda não tem um preparado, confira na internet vários modelos já prontos que são ótimas opções. Escolha um modelo que possa se destacar e que tenha relação com o tipo de emprego que você pensa em se candidatar. Seja sincero nas informações e coloque tudo o que você acha que pode ser usado como experiência. Se vender bem é a alma do negócio!

  • Tenha perfil em sites de emprego

Além do tradicional currículo, muitas empresas hoje buscam seus profissionais diretamente em sites especializados nisso. Portais como Indeed, InfoJobs, Sine ou Catho disponibilizam uma busca de empregos bem completa e um bom perfil faz toda a diferença nessa hora.

Como no currículo, se atente em preencher com todas as suas informações e mantenha um perfil que possa se destacar dos demais. Coloque sobre o seu interesse em empregos de finais de semanas e a própria busca do site te mostrará empresas que buscam funcionários para esse tipo de trabalho.

  • Faça networking

Indicação é tudo quando falamos de vaga de emprego. Uma boa recomendação de alguém faz toda a diferença na hora de ser contratado. Por isso se mantenha aberto à novas amizades e se houver a oportunidade pergunte sobre o conhecimento da pessoa sobre vagas. Ser cara de pau as vezes é o que te leva a conseguir o que precisa.

Uma boa ideia também é contatar quem já são seus amigos e ver se alguém sabe de alguma novidade de emprego desse tipo. Use todas as suas armas e pessoas para te ajudar!

Trabalhos de final de semana

Mas afinal, quais são os tipos de trabalho de final de semana? A verdade é que as possibilidades podem ser maiores do que você pensa. Muitas empresas e tipos de comércio preferem ter funcionários informais para alguns tipos de serviço. Para a sua sorte, muitos deles são em finais de semana.

Vem ver algumas ideias de trabalho nos finais de semana que vão te ajudar a ganhar aquele dinheiro extra!

  • Motorista de aplicativos

Profissão que tem salvado muitos desempregados pelo Brasil, se tornar um motorista profissional pelos aplicativos é uma alternativa. Se você possui veículo que cumpra as exigências que eles costumam pedir, é a hora de sair para as ruas. Caso não tenha, é possível ver com alguém da família a possibilidade de emprestar o carro.

Os apps mais famosos nesse tipo de trabalho são o Uber e o 99. Ambos possuem uma forma de cadastro muito simples e se você se dedicar pode tirar um dinheiro bom. Então se você é um bom motorista e gosta de rodar por aí, esse trabalho pode ser sua salvação.

  • Bares e restaurantes

Que tal servir mesas nos finais de semana? Muitos barzinhos e restaurantes contratam pessoas para trabalharem e pagam por noite. O bom é que muitos não exigem experiência e você pode aprender trabalhando tranquilamente.

  • Baladas

Se você tiver disponibilidade e disposição para passar a madrugada trabalhando, as baladas podem ser uma ótima opção também. Muitas dessas casas noturnas costumam também contratar seus funcionários de modo informal e pagam pela noite.

Você pode trabalhar no bar, servindo bebidas e criando drinks. Também pode oferecer seus serviços para o caixa, para cadastrar comandas de entrada e depois fechá-las na saída. Para isso só é preciso ser boa em matemática e ficar atenta para não cometer nenhum deslize financeiro. Outra opção é na recepção, alguns lugares deixam meninas para receberem quem chega. E se você tiver habilidades como Dj, também pode conseguir uma grana tocando.

  • Festas

Seguindo a mesma ideia das baladas, festas como de formatura, casamento, aniversário e de crianças também costumam contratar freelancers para a equipe de organização. Quem contrata é a empresa que costuma planejar e executar toda a festa.

Entre os serviços que podem ser prestados, está o de servir as mesas como garçom/garçonete. Você também pode ajudar na cozinha, lavando os utensílios. Outra possibilidade é na recepção da festa, verificando os convites e nomes na lista. No caso de crianças, geralmente existe a área de brincadeiras que você poderá cuidar dos pequenos.

  • Fotografar eventos

Quem não adora ir para uma festa e depois encontrar fotos suas perdidas, ein!? E esse é um trabalho que costuma ter em quase todos os eventos. Se você gosta de tirar fotos e possui sua própria câmera, pode oferecer seu serviço para baladas, festas, shows etc.

Você também pode oferecer trabalhos feitos em vídeo, se houver o interesse da empresa. Faça uma planilha com valores para quantidade de fotos, horas de trabalho e dias para entrega, e divulgue nas redes sociais. Vale até listar possíveis lugares da sua cidade e enviar pelo facebook a proposta.

  • Babá

Se você gosta de crianças e possui habilidades para cuidar delas, um bico como babá pode ser uma ótima opção. Procure os amigos e conhecidos que possuem filhos e divulgue seu trabalho. Uma boa opção também é divulgar nas redes sociais e entrar em grupos específicos no Facebook.

Além disso, existem portais como o Alô Babá em que os pais procuram por babás o tempo todo. Você cria um perfil e pode oferecer seus serviços nos finais de semana.

  • Trailer de lanches

Você se dá bem na cozinha? Que tal se envolver na preparação de lanches nos famosos trailers? Esse tipo de lanche (mais artesanal) costuma participar de eventos de cervejaria, encontro de motos, feiras e etc pela cidade. É uma boa opção para quem já possui habilidades na cozinha.

Opções é que não faltam, não é!? O ideal é você filtrar as opções em atividades que você se dá melhor e mexer os pauzinhos para dar certo. Lembre-se que se você já trabalha durante a semana, então conseguir outro tipo de serviço nos finais de semana será cansativo. Mas não se esqueça do seu propósito ou necessidade e tente tirar um final de semana de descanso para manter a saúde mental e física.

Como encontrar bons negócios?

Ver uma possibilidade e saber que aquilo é um bom negócio, não é nada fácil! Aliás, ninguém ainda consegue prever o futuro. As vezes o que achamos que será um super investimento, acaba não dando tanto lucro. E outras coisas que acabamos não botando tanta fé, pode nos surpreender.

Por isso é importante saber que não existe uma fórmula mágica. Mas é claro que alguns quesitos podem ser pensados e observados antes que aumentam as chances de dar certo. É preciso estar atento e prestar atenção em alguns pontos para conseguir encontrar bons negócios que te darão ótimos frutos.

Não faz ideia de como saber isso? Calma que vamos te dar algumas dicas para que você possa investir nos lugares certos e aumentar as suas possibilidades de sucesso.

 

Dicas como encontrar bons negócios

Sabe qual é a maior dica de ouro para encontrar bons negócios? Estudar! Ler muito e se informar sobre todo o universo business é a sua maior arma para não errar.

  • Procure por histórias de sucesso

Sabe quando você assiste aqueles filmes que contam a história de vidas batalhadoras e inspiradoras? Isso acaba nos inspirando também a acreditar que tudo é possível. Isso vale para os negócios. Ler sobre histórias de sucesso no mundo business te ajudará a ver exemplos do que pode dar muito certo.

Leia livros e biografias, navegue em site de grandes empreendedores e assista a filmes e documentários sobre o assunto. Isso te mostrará vários lados que talvez você não tenha pensado e ajudará a abrir sua mente. Grandes histórias são de empreendedores conhecidos, como Steve Jobs (criador da Apple) e Silvio Santos (criador do SBT) que começaram do nada e conseguiram alcançar um bom lugar ao sol. Ver que com alguém deu certo nos dá mais gás e ideias do que aplicar também no nosso negócio.

  • Assista programas e leia sobre o universo do empreendedorismo

Além de ver exemplos de negócios famosos que deram certo, se manter atualizado do mundo do empreendedorismo é sempre uma boa sacada. Assim você conseguirá sempre saber a situação do mercado financeiro e as tendências do momento.

Um bom exemplo é o programa Pequenas Empresas, Grandes Negócios que acontece semanalmente com assuntos sempre atuais e relevantes sobre o mundo business. Estar sempre atualizado é um pré-requisito básico para saber o que é um bom negócio e adequar suas ideias às necessidades do mercado.

  • Saiba o que acontece no exterior

Uma outra forma de ter uma ideia de negócio bom é saber o que está acontecendo lá fora. Isso porque é um exemplo do que pode dar certo e ainda ser novidade por terras brasileiras. Criar coisas inovadoras e que possui poucos concorrentes pode ser uma tacada de mestre, mostrando uma nova necessidade aos potenciais clientes.

Por isso sempre esteja atento ao que acontece no mundo todo. Toda ideia é uma possibilidade se for bem trabalhada e planejada.

  • Converse com pessoas

Isso vale tanto para pessoas que são do ramo dos negócios, como para pessoas comuns. Conversar com quem já possui uma empresa e tem sucesso nela, pode te ajudar a entender mais sobre como funciona tudo por trás das telinhas. Isso também será positivo para pedir dicas de como agir e desenvolver sua ideia.

Já nas conversas com pessoas que não possuem negócios, será ótimo expor a ideia para ver a reação de quem poderia ser seu público. Explique o conceito do que pensou e veja a reação para saber se tem um potencial para se tornar um bom negócio. O público é sempre muito sincero e te ajudará a ver o lado de quem consumirá o que você quiser vender.

  • Mexa com o que você conhece

Por último mas não menos importante, um bom negócio sempre será quando feito por quem entende sobre o assunto. Na hora de escolher o ramo da empresa, busque por nichos em que você tenha conhecimento e especialidade. Isso aumentará as chances de sucesso sem sombra de dúvidas. Conhecimento é poder!

Modelo de negócio

Acho que não é segredo pra ninguém que um bom negócio só funciona se tiver um bom planejamento. E isso pode ser chamado de modelo de negócio. É preciso ter uma estratégia ou conjunto delas alinhadas e no papel.

Existem vários modelos de negócio, mas o mais famoso e usado pelas empresas é o criado pelo Alex Osterwalder e Yves Pigneur, chamado de Business Model Canvas. Nele você pode ter um norte de como seguir e as perguntas que se deve fazer. Segundo dados, quem segue um modelo tem muito mais chance de ter um bom negócio.

Ele é baseado nas seguintes questões:

  • Proposta de valor: qual o valor (importância) do que você oferece e é único no mercado?
  • Potenciais segmentos-alvo: quem é o cliente final?
  • Atividade principal: o que exatamente você faz e como isso chega na proposta de valor?
  • Parcerias estratégicas: quais marcas podem te ajudar?
  • Fontes de receita: como você cobra por sua proposta de valor?
  • Estrutura de custos: quais são os custos para seu negócio funcionar?
  • Principais recursos: qual a infraestrutura, recursos ou serviços de base?
  • Canais de comunicação e distribuição: como o produto/serviço irá chegar até o cliente?
  • Relacionamento com o cliente: como é a comunicação com o cliente?

Ao responder essas questões, você poderá montar um quadro de post-its para ter um parâmetro de todo o negócio. É importante ressaltar que o esquema de negócio pode ser alterado se a empresa achar outras questões também importantes para serem testadas.

Quero abrir um negócio: o que fazer

Agora que você viu como encontrar bons negócios, é a hora de abrir o seu. E aí? Por onde começar?

  • Decida qual o tema do negócio e pesquise muito sobre: desde ao mercado, finanças, lucro e os concorrentes.
  • Saiba o valor que você tem disponível e faça as contas se ele será o bastante.
  • Faça um levantamento de tudo o que você vai precisar. Uma boa ideia é seguir a ideia do Modelo de Negócio. Assim você já terá vários passos traçados e terá um caminho certo a seguir.
  • Tenha paciência, persistência e não tenha medo de arriscar.

Anotou tudo? Agora é se jogar e ir em busca de encontrar bons negócios para você. Lembre-se sempre, quem faz um negócio bom ou não, é você. Lute, se planeje e estude muito que o resultado virá.