5 dicas para escolher um computador adequado para trabalhar

Tempo de leitura: 4 minutos

Boa parte das maneiras que temos de ganhar dinheiro trabalhando em casa, exigem que você tenha um bom computador a sua disposição. Com boa velocidade, que não trave e principalmente que seja capaz de executar as tarefas que você precisa.

Convidamos um especialista, Denilson Marcos trabalha desde 2007 com Suporte de TI para pequenas empresas e Profissionais Liberais e vai nos dar 5 dicas para escolher um computador ideal para trabalhar.

Um computador deve ser capaz de inicializar rapidamente, executar diversas tarefas simultâneas e executar alguns programas mais pesados quando necessário.

Nunca compre um computador em grandes lojas de varejo

Um dos maiores erros que as pessoas comentem adquirir um computador, é comprar o equipamento em grandes lojas de varejo, que não são especialistas em informática.

Atraídos por grandes ofertas, com ótimas condições de parcelamento e preços mais baixos, acabam comprando gato por lebre e levando para equipamentos lentos, com peças de baixa qualidade e poucas opções de upgrade, que você mal consegue trabalhar apenas ficando conectado a internet.

Os vendedores das grandes lojas, tem conhecimentos extremamente básicos de informática e raramente prestam uma consultoria adequada.

O ideal aqui seria procurar uma técnico em informática da sua confiança, selecionar as peças com cuidado, de acordo com o seu orçamento ou procurar lojas especializadas em computadores, por exemplo:

  • Pichau
  • Chipart
  • Rocktez
  • Kabum
  • Studio PC

Entre diversas outras no mercado.

Vale a pena procurar na sua cidade, se existe alguma loja que seja referência na sua cidade.

Como muitos não podem contar com nenhum especialista, as próximas dicas são especiais para você, com objetivo de auxiliar na configuração do equipamento, sistema operacional e programas essenciais.

SSD vs HD

O disco rígido (HD) é a peça responsável por receber a instalação do sistema operacional, programas e armazenar os seus arquivos. Por décadas foi o padrão utilizado, mas hoje não faz mais sentido ter um computador apenas com o HD tradicional.

O SSD, é uma evolução do HD tradicional e chega a ser 10x mais rápido, faz uma diferença absurda no desempenho do equipamento.

Cerca de 5 anos atrás tinha um custo absurdo, mas hoje vem se popularizando e o de menor tamanho, 120 GB, custa na faixa de R$ 150,00 nas lojas.

No caso de um computador, você pode optar por escolher um SSD de 120 ou 240 GB para instalar o sistema e programas, e utilizar o HD tradicional de maior tamanho para armazenas uma quantidade maior de informações.

No caso de portáteis, você pode consultar esse o guia a seguir e escolher um notebook com SSD de fábrica, mas sempre tem a opção de comprar um equipamento e substituir o disco original.

Quantidade de memória

A quantidade de memória do computador é responsável por permitir que você abra diversos programas, abas do seu navegador e escute músicas em segundo plano, sem travar o equipamento.

Para os dias atuais, 4 GB é a quantidade mínima, sendo 8 GB o ideal.

É importante observar a quantidade máxima de memória que a placa principal (placa mãe) do equipamento suporte, para o caso de futuros upgrades.

Placa mãe e processador

A placa mãe é um dos principais componentes de um computador, tudo é conectado a ela.

Além de escolher o modelo de um bom fabricante, como Asus, Gigabyte, Intel, MSI, você deve ficar atendo aos recursos da placa.

Informações sobre a quantidade de memória máxima suportada, slots de expansão, e processadores suportados, são muito importantes para no futuro você conseguir fazer boas melhorias no computador, sem ter de trocar todo o equipamento.

Sobre o processador, procure evitar os modelos de entrada, como o Celeron da Intel.

A linha Core, mesmo que na versão mais simples, com o Core i3, é uma ótima opção de processador em um computador que será primordialmente utilizado para trabalhar em casa.

Sistema operacional e softwares essenciais

Para usuários iniciantes e intermediários, o ideal mesmo é trabalhar com o sistema operacional da Microsoft, o Windows.

É o mais utilizado e você consegue suporte eficiente em praticamente qualquer lugar, quando necessário.

É essencial a instalação de um antivírus para proteger o Windows de vírus e outros malwares, isso evita problemas com lentidão no equipamento, perda e/ou roubo das suas informações pessoais.

Se possível, escolha uma opção completa (paga) de proteção. Existem ótimos testes que te mostram qual o melhor antivírus pago, atualmente temos o Kaspersky e BitDefender disputando a cada teste a liderança do ranking.

O Windows 10, sistema operacional mais atual da Microsoft, já incorpora muitos programas essenciais, que antes eram necessários instalar, como descompactador de arquivos, leitor de PDF e ferramenta de backup dos dados.

Você só vai mesmo precisar instalar o Microsoft Office para contar com o Word, Excel e PowerPoint, ou optar por utilizar a suíte gratuita de programas de escritório do Google, chamado de Google Docs.

Gostou das dicas? Tem alguma outra dúvida com relação a escolher um computador para trabalhar em casa? Pode deixar um comentário abaixo, responderei a todos eles.

Saiba mais sobre o meu trabalho: https://www.profissionaisti.com.br/author/denilsonmarcos/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *